30 março, 2007

DVD - Sonhadora

(Dreamer) Direção: John Gatins. Com: Kurt Russell, Dakota Fanning, Elisabeth Shue, Kris Kristofferson, Luis Guzman, Freddy Rodriguez, David Morse e Oded Fehr. Duração: 102 Min.


Ao chegar na locadora, talvez “Sonhadora” não seja o filme que irá despertar grande interesse do público. Talvez pelo filme contar uma temática que não é muito nova no cinema, ou simplesmente porque não recebeu a devida atenção da Mídia. Mas chego a fazer um apelo aqui para que ninguém deixe-se levar pela primeira impressão do filme. A película é simplesmente sensacional. Uma verdadeira lição de amor, esperança e superação dos próprios limites, físicos e sentimentais. O filme conta a história de Cale Crane (Dakota Fanning), uma garota cheia de esperança que tenta de todo jeito conquistar a atenção do Pai, Bem Crane (Kurt Russell). A garota mantém sua empreitada sem sucesso, até o dia em que uma égua chamada Sonya (daí vem o título do filme) entra na vida da família. Sonya era a égua principal de um Haras, mas acaba se machucando em uma corrida e fica prestes a ser sacrificada.
O pai de Cale ao ser demitido, aceita Sonya como parte do pagamento de seus salários atrasados, e mesmo ferida a égua é levada ao Haras da família e tratada lá ate que fique boa. Com essa história sensível e emocionante, o diretor e roteirista John Gatins faz seu primeiro trabalho de destaque de cinema, e o cara realmente se dedicou pra despontar pra Hollywood da melhor maneira possível. Ele leva o filme da melhor maneira possível, sem deixar que o filme caia no clichê, mesmo que a história não seja tão inovadora assim. Ele é tão competente em sua direção, que temos a sensação de estar vendo o primeiro filme do gênero a ser feito.
Dakota Fanning mostra mais uma vez que não precisa provar nada a ninguém, e demonstra com esse filme que não existe ator mirim em Hollywood páreo para ela. A garota enche o papel de emoção e determinação. Conseguimos sentir através dela toda a força e esperança da sua personagem. Ela ofusca qualquer grande ator com quem esteja contracenando. A determinação da garota em conseguir o que quer, só serve de inspiração pra quem tiver assistindo o filme.



O desenvolvimento psicológico de todos os personagens é muito bem elaborado, o que serve pra aumentar ainda mais a qualidade do filme. Os atores coadjuvantes, me permitam um trocadilho, tem papel principal na história. Com eles a história fica um tanto quanto mais bonita, dinâmica e descontraída. Destacam-se o Mexicano, sempre excelente Luis Guzman e Freddy Rodriguez (A Dama na Água). Em termos técnicos o filme continua sendo uma maravilha. Com excelentes trabalhos em Fotografia, Montagem e Trilha Sonora, do sempre competente John Debney, que elabora pro filme uma trilha emocionante com muito violino e piano. A fotografia é muito bem trabalhada com tons serenos e tranqüilos. Enfim, o filme é uma excelente produção que infelizmente não recebeu a devida atenção. É uma grande lição de como um animal machucado pode ser suficiente para curar uma família machucada. Pode ajudar a amolecer os corações mais duros e pode influenciar de forma decisiva no futuro de uma criança. Mais uma vez faço um apelo pra que se chegarem na locadora, não hesitem em alugar esse filme que de preferência deve ser visto pela família. Não se deixem enganar pela aparente simplicidade da história e assistam o trabalho com a devida sensibilidade.



Nota: 9,5

Crítica por Leonardo Pereira

Links to this post:

Criar um link

<< Home